Tecnologia

Propriedades técnicas e Vantagens

As telhas vinílicas diferem de todas as opções existentes no mercado brasileiro. Produzidas por indústrias nacionais, utilizam tecnologia similar ao que há de melhor em países como a Itália, onde estão presentes há mais de 20 anos. São placas de grandes dimensões, simulando dezenas de telhas de tamanhos convencionais.

Em modelos e cores variadas, podem ser utilizadas em projetos arquitetônicos de todos os segmentos, desde residências até indústrias e empreendimentos comerciais. São quatro tipologias: colonial, plan, de perfil ondulado e de perfil trapezoidal. Disponíveis nas tonalidades cerâmica, marfim, cinza e branca - outras cores, sob encomenda. A camada protetiva coextrudada garante integridade e longa vida útil às cores. A solução completa (“sistema”) das telhas vinílicas tem kit de fixação/vedação; cumeeiras; e fechamento da cumeeira.

Por sua leveza, as telhas vinílicas geram menos peso por metro quadrado, tornando mais econômica a estruturação do telhado e muito mais ágil o tempo de instalação.

As telhas vinílicas têm excelente durabilidade, são extremamente resistentes durante o transporte, na instalação e manutenção, resultando em mínimo desperdício, comparando-as às demais telhas no mercado. Sua composição torna o produto resistente às intempéries, como variações de temperatura, névoa salina e outros agentes agressivos.

Agregam conforto acústico ao reduzirem o ruído externo, tornando o ambiente mais silencioso. E, ainda, apresentam bom desempenho térmico (link para página com resultados dos ensaios de Desempenho Térmico no ITT).

O PVC é material 100% reciclável, o que faz das telhas um produto ambientalmente correto.

As telhas vinílicas não propagam fogo: as telhas são classificadas como II-A na norma ABNT NBR 16626:2017 – Classificação da reação ao fogo de produtos de construção.

O PVC é material que não retêm umidade, como acontece com as telhas cerâmicas, por exemplo. Essa característica inibe substancialmente o aparecimento de fungos e o escurecimento das telhas.

Telhas vinílicas têm resultados positivos em ensaios de Desempenho Térmico

O Instituto Tecnológico em Desempenho e Construção Civil (ITT), vinculado à Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no Rio Grande do Sul, realizou ensaios com oito combinações de sistema de cobertura. O objetivo foi comparar o desempenho térmico das telhas vinílicas, em diferentes cores, com as telhas cerâmica e de fibrocimento. Os ensaios envolveram o comportamento das telhas mediante quatro tipos de forro: sem forro, com forro de PVC, com laje de concreto e com laje mista (vigota e elemento cerâmico).

Foram realizadas simulações térmicas computacionais no software EnergyPlus, de acordo com as premissas da ABNT NBR 15575:2013 – Edificações habitacionais - Desempenho. “Foi adotada uma edificação padrão, variando o sistema de cobertura, para verificar a influência e a variação das temperaturas internas com o emprego de cada sistema”, explica Paulo Mezzomo, analista de Projetos do ITT. Algumas comparações entre as telhas foram feitas de forma direta, tendo em vista que, em alguns casos, foi mantido o mesmo componente no forro, alterando somente a telha. “Desta forma, foi possível comparar a variação do desempenho térmico resultante entre cada telha”, diz.

Os ensaios concluem que as telhas vinílicas têm desempenho térmico igual às telhas de cerâmica e de fibrocimento. Já as telhas vinílicas brancas demonstraram resultados positivos consideráveis, quando comparados com os obtidos pelas telhas cerâmicas e de fibrocimento: os ensaios mostraram que as telhas tradicionais, em suas condições normais de emprego em edificações, possuem absortância solar da ordem de 70%; já telhas brancas vinílicas permitem obter absortância de menos de 30%. “Considerando o contexto climático brasileiro, o desempenho térmico é característica desejada principalmente no verão, mesmo nas regiões mais frias no sul do país. Podemos concluir que o emprego da cor branca na cobertura, como é o caso de algumas telhas de PVC analisadas, pode ser bastante benéfico para o desempenho térmico”, conclui Paulo Mezzomo. As telhas vinílicas brancas absorvem menos calor proveniente da radiação solar, reduzindo as temperaturas internas dos ambientes.

Programa de Garantia da Qualidade

Quais são as normas ou legislações que regem a qualidade das telhas no Brasil?

As telhas vinílicas devem atender às exigências brasileiras de desempenho e durabilidade prescritas pelo Sistema Nacional de Avaliações Técnicas (SiNAT) na diretriz 007/2012 – Diretriz para Avaliação Técnica de telhados constituídos de telhas plásticas. A diretriz se baseia na NBR 15575/2013 – Edifícios Habitacionais – Desempenho – Parte 5 – Sistema de Cobertura. Trata-se de documento técnico disponibilizado pelo SiNAT, sistema do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) do ministério das Cidades, do governo Federal:
Acesse aqui

Este documento contêm as exigências necessárias para o sistema de cobertura constituído pelas telhas vinílicas e o telhado. Os quesitos se referem à durabilidade, reação ao fogo, opacidade, resistência mecânica (ao impacto, ao caminhamento, à ação do vento), estanqueidade a água, entre outros. A diretriz abrange, também, exigências para o controle da qualidade do processo de fabricação das telhas vinílicas, para o controle de aceitação no canteiro de obras e sua instalação.

O principal objetivo do Sistema Nacional de Avaliação Técnica do PBQP-H é a harmonização de procedimentos para a avaliação de novos produtos ou sistemas, quando não existem normas técnicas brasileiras específicas aplicáveis.

Como é feito o controle de qualidade da telha?

O controle de qualidade é realizado através de inspeção de amostras coletadas durante o processo produtivo e no comércio, com frequência de amostragem, tipo de amostragem e ensaios de controle pré-determinados. Os ensaios realizados são referentes aos aspectos estéticos, dimensionais, da espessura da camada de acrilato, do desempenho mecânico ao impacto, tonalidade e opacidade.

O Comitê Técnico também elaborou o Guia de Instalação da Telha Vinílica. Nele, há informações importantes sobre a instalação dos diferentes tipos de telhas vinílicas, tais como números de fixações, tipos de fixadores e outros detalhes, a fim de se obter uma cobertura com desempenho adequado.

Faça o download aqui





Acesso Exclusivo

Obrigado! Sua solicitação foi recebida!
Oops! Algo deu errado ao enviar o formulário.